Menu
Cinema / Tempos Livres

10 filmes para viajar sem sair de casa

10 filmes para viajar sem sair de casa

Com a pandemia do novo Coronavírus, muitos dos nossos planos para viajar foram completamente por água abaixo. Como sabemos que, muito provavelmente, aconteceu o mesmo a muitos de vós, hoje decidi criar um pequeno artigo com 10 filmes para viajar sem sair de casa. Vamos lá!

O Amor É um Lugar Estranho (Lost in Translation)

O Amor É um Lugar Estranho (Lost in Translation)

Realizado pela filha do mestre Francis Ford Coppla, Sofia Coppola, Lost in Translation é uma verdadeira obra prima. O drama, com Scarlett Johansson e Bill Murray nos papéis principais, conta-nos a estranha relação de compreensão mútua entre Bob Harris (Bill Murray), um ator de meia idade, e a jovem Charlotte (Scarlett Johansson), na eufórica cidade de Tóquio, Japão. Foi desde que assisti a este filme que fiquei com uma vontade tremenda de visitar o país nipónico. Ainda não tive essa oportunidade, mas espero que isso mude num futuro próximo.

O Lado Selvagem (Into the Wild)

O Lado Selvagem (Into the Wild)

O filme estrelado por Emile Hirsch e realizado por Sean Penn é assumidamente um dos filmes da minha vida. O facto de ser baseado em eventos reais, contar com uma das melhores bandas sonoras (da autoria de Eddie Vedder) da sétima arte e com uma fotografia absolutamente deslumbrante, são ingredientes mais do que suficientes para ver ou rever a fantástica aventura de Alexander Supertramp (Christopher McCandless). Já agora, se por acaso já viram o filme, mas ainda não leram o livro de Jon Krakauer, façam o favor de ler, é igualmente bom.

Comer, Orar, Amar (Eat, Pray, Love)

Comer, Orar, Amar (Eat, Pray, Love)

Além de não ser uma obra prima, Comer, Orar, Amar é um dos melhores filmes para viajar sem sair de casa. A grande verdade é que é impossível não ficar com vontade de “desaparecer” depois de ver o filme de Ryan Murphy. A película, baseada no livro com o mesmo nome, de Elizabeth Gilbert, conta-nos a história de Liz Gilbert (Julia Roberts) que, depois de se divorciar, decidiu largar tudo e embarcar numa viagem por Itália (comer), Índia (orar) e Bali (amar).

Antes do Amanhecer, Antes do Anoitecer e Antes da Meia-Noite (Before Sunrise, Before Sunset, Before Midnight)

Antes do Amanhecer, Antes do Anoitecer e Antes da Meia-Noite (Before Sunrise, Before Sunset, Before Midnight)

A trilogia Before é, na minha modesta opinião, uma das melhores trilogias alguma vez criadas! O que Richard Linklater conseguiu com estes três filmes foi muito mais do que uma simples história de amor. Aliás, foi dos poucos capazes de demonstrar numa obra cinematográfica o verdadeiro significado do que realmente é “amor”. O primeiro filme leva-nos a explorar as pitorescas ruas de Viena, na Áustria, o segundo passeia-nos pelas lindíssimas paisagens parisienses e o terceiro guia-nos até à paradisíaca Grécia. Ou seja, muitos destinos para adicionar à tua Bucket List pessoal. Já tive a oportunidade de estar em Viena e em Paris, agora só fata mesmo um saltinho até à Grécia! 😀

A Praia (The Beach)

A Praia (The Beach)

O filme A Praia, além de também não ser nenhuma pérola do cinema, é daqueles filmes que faz com que apeteça (logo depois de terminar de ver o filme) deixar tudo completamente para trás… fazer as malas e ir em direção à Tailândia. As paisagens deslumbrantes, as praias paradisíacas e as aventuras inconscientes, próprias da juventude, são alguns dos pontos altos do filme realizado por Danny Boyle e estrelado pelo então jovem Leonardo DiCaprio. A título de curiosidade, a famosa praia do filme chama-se Maya Bay e foi, muito recentemente (e infelizmente), fechada aos turistas para se recuperar dos danos ambientais.

Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris)

Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris)

Este filme de Woody Allen não é um filme qualquer, é uma transcendente jornada à deslumbrante cidade de Paris. Confesso que sou um amante de toda a filmografia do realizador nova-iorquino, mas Midnight in Paris ultrapassou todas as minhas expectativas quando o assisti pela primeira vez nas salas de cinema, em 2011. Se ainda não tiveste oportunidade (ou vontade) de visitar Paris, depois de assistires a este filme, garanto-te que vais querer fazer de imediato um visita à romântica cidade das luzes.

The Darjeeling Limited

The Darjeeling Limited

Realizado pelo carismático Wes Anderson, The Darjeeling Limited foi uma agradável surpresa. Na comédia dramática, podemos acompanhar a jornada de três irmãos, que atravessam a Índia de comboio, um ano após a morte do pai. No final do filme, a vontade de viajar para a Índia aumenta consideravelmente, acreditem… Embarca nesta aventura e aproveita para viajar sem sair de casa na companhia de Francis (Owen Wilson), Peter (Adrien Brody) e Jack (Jason Schwartzman).

A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty)

A Vida Secreta de Walter Mitty (The Secret Life of Walter Mitty)

Uma vez mais, o filme não é nenhuma obra prima, contudo tem das fotografias mais belas e deslumbrantes da sétima arte. A Islândia (o filme também passa pela Groenlândia) é, sem dúvida alguma, um dos meus destinos de sonho e este filme só faz com que a vontade de visitar a grande ilha vulcânica aumente. A juntar às paisagens de cortar a respiração, o filme também apresenta uma banda sonora tremenda, com muitas das músicas presentes no filme a ser da autoria de artistas islandeses (como por exemplo, Of Monsters and Men).

O Caminho (The Way)

O Caminho (The Way)

Realizado por Emilio Estevez (irmão de Charlie Sheen) e estrelado pelo próprio pai, Martin Sheen, o filme The Way talvez não seja o mais conhecido da lista, contudo, também ele é uma fantástica obra. O filme, apresenta-nos a história de Tom (Martin Sheen), que decide fazer o Caminho de Santiago depois do seu filho ter falecido a tentar percorrer o mesmo. Percorrer o Caminho de Santiago também está nos meus/nossos planos para um futuro muito próximo.

Sete Anos no Tibete (Seven Years in Tibet)

Sete Anos no Tibete (Seven Years in Tibet)

Realizado por Jean-Jacques Annaud, o filme conta a história verídica de Heinrich Harrer, um montanhista austríaco, que travou uma grande amizade com o jovem Dalai Lama, na altura em que o Tibete fora ocupado pela China. As paisagens Tibetanas são de cortar a respiração e as aventuras de Heinrich Harrer são realmente dignas de um filme de Hollywood.

Espero que tenham gostado da lista e, acima de tudo, que não falte muito tempo para deixarmos de poder apenas viajar através da sétima arte. E para vocês, que filmes vos fazem viajar sem sair de casa? Deixem a vossa opinião na secção de comentários logo abaixo 😉

Sobre o Autor

Empreendedor digital, investidor, palestrante, cinéfilo, webmaster e blogger, dono de algumas dezenas de sites dos mais variados nichos, a trabalhar na Internet desde 2008.

Sem Comentários

    Deixa um comentário