Bolachas com pepitas de chocolate

Hoje comprei pepitas de chocolate (70% cacau, mesmo daquelas a sério!) para fazer uns biscoitinhos aqui para a casa. Vagueei pelos sites que mais me dizem no que a receitas diz respeito e acabei por optar por uma receita muito simples: manteiga, açúcar, açúcar mascavado, ovo, farinha, pepitas de chocolate e voilá! Juntei todos os ingredientes num recipiente e arregacei as mangas. Ao colocar as mãos na massa (literalmente) percebi que a consistência não estava bem. Estava peganhenta e impossível de moldar.

Já vos aconteceu de esmorecer e pensar: “A ideia era boa, mas acho que vou ali à mercearia comprar umas chipmix.”? E o que fazem? Desistem? Eu cá gosto de arriscar e foi o que decidi fazer. Fui buscar côco e aveia e comecei a acrescentar até a consistência me agradar. Fiz umas bolinhas, espalmei-as um pouco no tabuleiro, acrescentei mais umas pepitas no final (porque pepitas de chocolate nunca são demais) e levei ao forno. Deixei-as uns 25 minutinhos até ficarem douradas. Petiscá-las quentes pode ser muito tentador, mas sejam fortes! Depois de arrefecerem ficam crocantes e valem muito a pena. O meu homem gostou… Mas ele gosta de tudo, é o mais lambão, portanto a opinião dele pode não valer de muito.

Acabou por ficar uma bolacha com um forte sabor a côco que conjuga muitíssimo bem com as pepitas de chocolate. E podemos reduzir sempre ao açúcar e torná-las mais saudáveis para as ir petiscando sem mágoa. São umas bolachas que aguentam uns dias, se guardadas num frasco que feche hermeticamente. Mas se forem como nós, o frasco não é necessário.

Bolachas com pepitas de chocolate

Deixo-vos a receita original:

225g manteiga

225g açúcar mascavado

200g açúcar

2 ovos M

450g farinha

10g fermento

60g pepitas chocolate

Ela vívida

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *